Blog – Infoshot
  • Your Education, Your Way!

    Education for an
    Inspired Life

  • YOUR EDUCATION, YOUR WAY!

    EDUCATION FOR AN
    INSPIRED LIFE

  • Your Education, Your Way!

    EDUCATION FOR AN
    INSPIRED LIFE

“Microsoft faz 43 anos: lembre lançamentos que fizeram história.”

Dez produtos da Microsoft que marcaram gerações

Gigante fundada por Bill Gates completa 43 anos.

Microsoft completa 43 anos nesta quarta-feira (4). A gigante fundada por Paul Allen e Bill Gates revolucionou a indústria com uma série de tecnologias que fazem parte do dia a dia de milhões de pessoas. Além do Windows e do Office, a empresa com sede em Redmond, nos Estados Unidos, está por trás de diversos outros dispositivos, softwares e games, como o Xbox, o OneDrive e o Flight Simulator.

Para relembrar a história da Microsoft, o TechTudo listou alguns dos seus produtos de maior sucesso. Confira alguns lançamentos que marcaram época e ajudaram a pequena empresa fundada no Novo México a se tornar uma das maiores gigantes de tecnologia do mundo.

Microsoft é liderada hoje por Satya Nadella (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

Microsoft é liderada hoje por Satya Nadella (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

1. MS-DOS

O MS-DOS não é uma criação original da Microsoft. A base do software foi adquirida da Seattle Computer Products. No entanto, só após passar para as mãos de Allen e Gates o sistemas tornou-se um dos marcos da informática. A primeira versão, o MS-DOS 1.0, foi lançada em 1982 para vir embarcada em computadores da IBM.

A ideia por trás era criar um ambiente simples onde o usuário poderia controlar as funções básicas do computador, como fazer o gerenciamento do hardware e abrir programas, tudo através de linhas de comando. O software, então, passou a integrar os sistemas operacionais posteriores lançados pela Microsoft.

2. Flight Simulator

Considerado um dos maiores simuladores de voo de todos os tempos, a série Flight Simulator também tem a Microsoft como idealizadora. Para se ter uma noção da importância do game para a empresa, o Flight Simulator antecede até mesmo o principal sistema operacional da Microsoft.. A primeira versão do jogo foi lançada em 1982 para MS-DOS, três anos antes da estreia do Windows. O diferencial do game era a jogabilidade única e o realismo, com aviões e aeroportos bastante parecidos com os originais

3. Windows 95

O Windows 95 é considerado um dos maiores sucessos comerciais da Microsoft. Com uma campanha publicitária marcante, com direito a Rolling Stones, o sistema operacional vendeu 40 milhões de cópias apenas no primeiro ano.

Windows 95 foi o responsável por transformar a Microsoft na principal empresa da área (Foto: Foto: Divulgação/Microsoft)

Windows 95 foi o responsável por transformar a Microsoft na principal empresa da área (Foto: Foto: Divulgação/Microsoft)

O grande destaque do Windows 95 era a introdução do Menu Iniciar (Start) e do gerenciador de tarefas, dois recursos que mudaram a forma como os usuários lidam com o computador. Além disso, o sistema permitia plugar dispositivos externos com certa facilidade por conta do suporte ao Plug and Play. Em 2017, após 22 anos do lançamento, pelo menos sete máquinas ainda rodavam o Windows 95.

4. Office

Office está disponível para smartphones (Foto: Ana Marques/TechTudo)

Office está disponível para smartphones (Foto: Ana Marques/TechTudo)

O Office é um dos produtos mais conhecidas da Microsoft. Lançado no início da década de 90, a ideia era que os softwares mais comuns, como o Word, Excel e Power Point, que já existiam anteriormente, fossem vendidos juntos. A proposta deu certo. Hoje, mais de 1 bilhão de pessoas ao redor do mundo utilizam os aplicativos do pacote Office. Posteriormente, a Microsoft acrescentou mais integrantes, como o Outlook e o Acces, e lançou o Office 365, uma resposta para o crescimento da G Suite, do Google.

5. Windows XP

O Windows XP também marcou uma geração. Lançado em outubro de 2001, o sistema operacional vendeu mais de 200 milhões de cópias em dois anos. O XP foi um dos primeiros a terem uma versão compatível com processadores de 64 bit, podendo gerenciar uma quantidade maior de memória RAM. Interface gráfica mais amigável, recursos multimídia e facilidade de acesso à Internet foi uma das novidades que o sistema trouxe.

Papel de parede clássico do Windows XP é facilmente reconhecido pelos usuários (Foto: Reprodução)

Papel de parede clássico do Windows XP é facilmente reconhecido pelos usuários (Foto: Reprodução)

Por conta da estabilidade, o XP é uma das versões mais aclamadas do Windows. Mesmo hoje, 17 anos depois do lançamento, estima-se que o sistema esteja presente em cerca de 6% de todos os computadores do mundo.

6. Xbox

O Xbox original, lançado em 2001, não chegou a fazer tanto sucesso no Brasil. Porém, não há como negar a importância do console para a Microsoft. O videogame trazia como diferencial, além dos gráficos aprimorados, a Xbox Live. A tecnologia que permitia a conexão estável dos jogadores pela Internet foi uma das grandes surpresas da época. O modelo vendeu mais de 24 milhões de unidades – bem abaixo do Playstation 2 – e teve a produção encerrada em 2009.

O Xbox lançado em 2001 (Foto: Foto: Wikimedia Commons)

O Xbox lançado em 2001 (Foto: Foto: Wikimedia Commons)

7. Halo

Junto com o Xbox, a Microsoft, através da Bungie, também lançou Halo, um das sagas exclusivas de maior sucesso para o console. No game, o jogador encarna na pele do Master Chief em um jogo de tiro em primeira pessoa com combates futuristas.

Halo é uma das séries mais aclamados do mundo dos gamers (Foto: Viviane Werneck/TechTudo )

Halo é uma das séries mais aclamados do mundo dos gamers (Foto: Viviane Werneck/TechTudo )

O jogo introduziu uma série de melhorias em fps, como um melhor controle do personagem na hora da ação e o multiplayer online, por meio da Xbox Live. Sem dúvida, um das séries de maior sucesso da indústria dos games.

8. Xbox 360

Se na primeira versão a Microsoft não conseguiu bater de frente com a Sony, o mesmo não aconteceu com o Xbox 360. O console lançado em 2005 foi um concorrente de peso do Playstation 3, ficando até mesmo na frente do rival em número de vendas em alguns anos.

Xbox 360 foi o primeiro console da Microsoft a bater de frente com Playstation (Foto: Divulgação/Microsoft)

Xbox 360 foi o primeiro console da Microsoft a bater de frente com Playstation (Foto: Divulgação/Microsoft)

Como destaque, o videogame trazia uma uma Xbox Live ainda melhor, tornando as batalhas online mais estáveis e incentivando a distribuição de jogos por mídia digital, direto da Internet para o HD do dispositivo.

9. Kinect

O Kinect também foi outro produto da Microsoft que fez bastante sucesso. O dispositivo, adicionado ao Xbox 360, permitia o usuário executar comandos apenas com a movimentação do corpo. O gadget trazia uma câmera, sensor de profundidade e microfone e conseguia detectar com precisão o deslocamento dos membros dos jogadores. Kinect Adventures, Dance Central e Just Dance foram alguns jogos que souberam aproveitar bem o recurso.

O primeiro Kinect fez grande sucesso  (Foto: Divulgação/Microsoft)

O primeiro Kinect fez grande sucesso (Foto: Divulgação/Microsoft)

O acessório, lançado em 2010, ganhou versões para PC e também para o Xbox One. Porém, após uma queda no interesse do público, a Microsoft decidiu encerrar a fabricação do Kinect em 2017.

10. Windows 7

O Windows 7 teve a missão difícil de recuperar a credibilidade da Microsoft, após o fiasco do Windows Vista. Ao contrário do sistema anterior, a versão focava principalmente na estabilidade, ao invés de recursos visuais sem muita utilidade. Entre as novidades estavam um novo menu Iniciar, com acesso rápido à programas mais utilizados , suporte a telas touchscreen e atalhos de aplicativos na barra de tarefas. O Windows 7 ainda é uma das versões mais adoradas pelos usuários. Apenas em fevereiro de 2018, o Windows 10 tomou a dianteira e passou a ser o sistema mais usado em PCs.

Por: Globo.com
As 68 fórmulas mais usadas do Excel

Editores de planilhas como o Microsoft Excel, do tradicional pacote Microsoft Office, não servem apenas para fazer tabelas simples. Os programas possuem funções matemáticas embutidas que permitem fazer cálculos complexos e extrair o máximo possível de dados diferentes de forma automática.
Para isto, o software usa fórmulas, que são equações customizáveis que permitem fazer operações matemáticas com praticidade ou mesmo editar o texto de determinadas células automaticamente. Se você está interessado em aprender a usar melhor o Microsoft Excel, confira uma lista com as 68 fórmulas mais usadas para todas as situações segundo a própria Microsoft.

Editor de planilhas possui fórmulas para fazer cálculos matemáticos com velocidade (Foto: Reprodução/Microsoft)Editor de planilhas possui fórmulas para fazer cálculos matemáticos com velocidade (Foto: Reprodução/Microsoft)

Condicional

=SE() Verifica se determinadas condições lógicas são verdadeiras. Estes testes incluem conferir qual valor é maior entre duas células ou o resultado da soma de determinadas entradas
=E() Confere se dois testes lógicos são verdadeiros ao mesmo tempo
=OU() Confere se apenas um de dois testes lógicos é verdadeiro
=NÃO() Confere se o valor inserido em uma célula é igual ao especificado
=SEERRO() Identificar se o resultado presente em uma célula (que, geralmente, contém outra fórmula) é um erro

Procura

=PROCV() Procura determinados valores em células específicas e retornar o valor de outra célula na mesma linha
=ÍNDICE() Procura o resultado em uma linha e coluna específicos dentro de um conjunto determinado de células.
=CORRESP() Procura por uma determinada célula em um conjunto determinado e retorna sua localização relativa
=DESLOC() Procura por um valor específico em uma coluna e retorna o valor de uma célula relativa
=PROCH() Procura um valor em uma linha e retorna o valor de outra célula na mesma coluna

Data e hora

=DIATRABALHOTOTAL() Calcula quantos dias existem entre duas datas e retorna apenas os dias da semana
=MÊS() Calcula quantos meses de diferença existem entre duas datas
=ANO() Retorna o ano em uma data
=HORA() Retorna apenas a hora de uma célula que contenha um horário
=MINUTO() Retorna apenas o minuto de uma célula que contenha um horário
=SEGUNDO() Retorna apenas o segundo de uma célula que contenha um horário
=HOJE() Retorna o dia atual (baseado no horário do sistema)
=AGORA() Retorna a hora atual (baseado no horário do sistema)

Financeiro

=XTIR() Retorna a taxa de crescimento anual de um investimento

Estatísticas

=MÉDIA() Calcula a média entre uma série de entradas numéricas
=MÉDIASE() Calcula a média entre uma série de entradas numéricas, mas ignora qualquer zero encontrado
=MED() Encontra o valor do meio de uma série de células
=MODO() Analisa uma série de números e retorna o valor mais comum entre eles
=SOMARPRODUTO() Multiplica os valores equivalentes em duas matrizes e retorna a soma de todos eles

Matemática

=SOMA() Retorna a soma total entre os valores inseridos
=SOMASE() Adiciona os valores de um intervalo especificado apenas se elas passarem em um teste lógico
=BDSOMA() Adiciona os valores de um intervalo especificado se eles coincidirem com condições específicas
=FREQÜÊNCIA() Analisa uma matriz e retorna o número de valores encontrados em um determinado intervalo
=MULT() Multiplica os valores do intervalo
=POTÊNCIA() Calcula a potência entre dois números
=MÍNIMO() Retorna o menor número encontrado em um intervalo
=MÁXIMO() Retorna o maior número encontrado em um intervalo
=MENOR() Igual a =MÍNIMO(), mas pode ser usada para identificar outros valores baixos na sequência
=MAIOR() Igual a =MÁXIMO(), mas pode ser usada para identificar outros valores altos na sequência
=FATORIAL() Calcula o fatorial do número inserido

Contagem

=CONT.VALORES() Conta o número de células que não estão vazias no intervalo
=CONT.SE() Conta o número de células que passam em um teste lógico
=CONTA() Conta o número de células que possuem números e verifica a presença de um número específico nelas
=NÚM.CARACT() Conta o número de caracteres em um determinado intervalo
=NÚM.CARACTB() Conta o número de caracteres em um determinado intervalo e retorna o valor em número de bytes
=INT() Arredonda números para baixo

Conversão

=CONVERTER() É usada para converter valores de uma unidade para outra. Aceita conversões de tempo, distância, peso, pressão, força, energia, potência, temperatura, magnetismo, volume, área, informações e velocidade
=BIN2DEC() Converte números binários para decimal
=BIN2HEX() Converte números binários para hexadecimal
=BIN2OCT() Converte números binários para octal
=DECABIN() Converte números decimais para binário
=DECAHEX() Converte números decimais para hexadecimal
=DECAOCT() Converte números decimais para octal
=HEXABIN() Converte números hexadecimais para binário
=HEXADEC() Converte números hexadecimais para decimal
=HEXAOCT() Converte números hexadecimais para octal
=OCTABIN() Converte números octais para binário
=OCTADEC() Converte números octais para decimais
=OCTAHEX() Converte números octais para hexadecimal

Texto

=TEXTO() Converte uma célula numérica em texto
=MAIÚSCULA() Alterna todos os caracteres em uma célula para letras maiúsculas
=MINÚSCULA() Alterna todos os caracteres em uma célula para letras minuscúlas
=PRI.MAIÚSCULA() Alterna o primeiro caractere de todas as palavras em uma célula para letras maiúsculas
=ÉTEXTO() Verifica se uma célula possui texto
=ÉNUM() Verifica se uma célula possui números
=PESQUISAR() Encontra um número ou letra em uma célula
=EXATO() Verifica se o conteúdo de uma célula é exatamente igual ao inserido
=CONCATENAR() Retorna os valores de várias células em uma única string
=CHAR() Retorna um caractere representante do número especificado em um conjunto
=ESQUERDA() Retorna os caracteres mais a esquerda de uma célula com texto
=DIREITA() Retorna os caracteres mais a direita de uma célula com texto
=EXT.TEXTO() Retorna o número de caracteres em uma célula com texto

Via Office

Tem uma startup? Conheça a ferramenta inovadora que vai otimizar o dia a dia da sua equipe

Microsoft Teams integra colaboração e produtividade em uma única solução

O empreendedorismo está cada vez mais em alta no Brasil. Novas empresas surgem quase todos os dias e muitas delas acabam seguindo o caminho da inovação e tecnologia como pilares de seus negócios. Até o ano passado, a Associação Brasileira de Startups contava com mais de 4,2 mil instituições entre suas filiadas e a tendência é que esse número cresça nos próximos anos.

Enquanto uma empresa tradicional normalmente comercializa produtos e serviços já conhecidos do público, uma startup tem a palavra inovação como seu principal motor. O objetivo desse tipo de empreendedorismo é prosperar até causar um impacto significativo no mercado. Para esse tipo de modelo, os donos de startups precisam contar com duas características essenciais dentro da empresa: produtividade e colaboração.

É com essas qualidades que os funcionários conseguem se engajar de forma eficiente, otimizar processos e seguir a jornada correta em direção ao ambiente de trabalho moderno. O Microsoft Teams surgiu justamente para habilitar times para o trabalho moderno de forma ágil e colaborativa.

Com essa ferramenta, o colaborador consegue agendar uma reunião com seu cliente, fazer uma videoconferência e gerenciar arquivos no Sharepoint para visibilidade das demais áreas. A equipe de planejamento, por exemplo, pode definir o escopo do trabalho criando uma tarefa no Planner endereçada para quem irá executá-la, enquanto a equipe de análise pode estudar dados com o Power BI. Tudo integrado em um único hub, que também está disponível para dispositivos móveis. Assim, todo mundo consegue acompanhar todas as etapas, informações e prazos de cada atividade.

O Microsoft Teams está disponível para todos os clientes do Microsoft 365 Business, a solução completa da Microsoft que une colaboração, mobilidade e segurança pensada especialmente para pequenas e médias empresas. Conheça mais sobre o Teams:

QUAIS SÃO OS RISCOS DO USO DE SOFTWARE PIRATA?

Quando a informática ganhou de vez os lares e as empresas em todo mundo, um novo mercado ganhou corpo. Nas últimas duas décadas temos visto a solidificação do que hoje chamamos de “indústria do conhecimento”.  As pessoas sempre estiveram acostumadas a pagar por coisas palpáveis, tangíveis, visíveis. De modo geral, se apropriar de algo que não é seu, o que configura nada menos do que roubo, só é incômodo para a maioria das pessoas se o item em questão for físico. Pouca gente se importa em não pagar por propriedade intelectual e é por isso que há tanta naturalidade no uso de softwares comercializados ilegalmente. Porém não são poucos os riscos do uso de software pirata.

O que parece ser uma grande sacada, pode terminar como uma tremenda roubada. Embora o Brasil esteja em 60º lugar no ranking de competitividade no setor de Tecnologia da Informação, de acordo com o 12º Relatório Global de Tecnologia da Informação, divulgado pelo Fórum Econômico Mundial, a pirataria de software ainda atinge 53% do mercado nacional, conforme uma pesquisa da BSA (The Software Alliance). A mesma pesquisa ainda constatou que, se a pirataria fosse reduzida no Brasil em 10% nos próximos quatro anos, seriam criados mais de 12,3 mil postos de trabalho e mais de US$ 4 bilhões de dólares seriam devolvidos à economia brasileira

Os prejuízos causados pelo uso de software pirata vão muito além da economia. Por exemplo, ativadores piratas normalmente contêm vírus ou malwares, que são instalados e ocultados nos sistemas. A gama de problemas que essas contaminações trazem varia de propagandas incessantes, até o roubo de dados privados. Outro risco do software pirata está no uso dos chamados “cracks”. Incluir essas aplicações na instalação do software não implica instabilidade somente no programa, mas também no sistema. A performance do sistema é comprovadamente reduzida devido ao uso de software não licenciado.

Utilizar software pirata é crime

Problemas de sistema causam dor de cabeça e prejuízo financeiro. Nada comparado ao maior dos riscos do uso de software pirata – os problemas com a justiça. Empresas que utilizam programas de computador precisam estar atentas às leis de direitos autorais para não serem surpreendidas. Nos casos de pirataria de software, quando o programa de computador é utilizado sem licença ou em falta com o pagamento dos tributos – que devem ser pagos todos no Brasil, mesmo se o software for adquirido fora do país – a violação dos direitos autorais recebe dupla punição: indenização e prisão.

O artigo 9 da Lei 9.609/1998 trata da proteção da propriedade intelectual de programa de computador e determina que o uso de software no Brasil seja regido por um contrato de licença. Com isso, cada usuário com acesso ao sistema em questão precisa ter uma licença única. Ainda de acordo com a lei, quem editar e vender sem autorização deverá pagar por cada um dos exemplares vendidos. Caso o número de exemplares vendidos não puder ser computado, o infrator deverá pagar o valor de três mil exemplares. Sem contar os exemplares já apreendidos.

Fiscalização e suporte

Nos últimos anos a Microsoft intensificou a fiscalização e o combate ao uso de software pirata. Esse trabalho é feito por meio de novos canais e parceiros. Empresas de médio e até pequeno porte no Brasil todo, seja capital ou interior, recebem e-mails e telefonemas de empresas parceiras da Microsoft informando que receberam uma denúncia de utilização de softwares de forma irregular. Esses alertas vêm junto com uma solicitação de levantamento das licenças de uso de software da empresa denunciada. O intuito desses parceiros não é levar o problema à justiça, mas vender licenças para quem não estiver em conformidade. Se a empresa denunciada não seguir as diretrizes dadas por esses parceiros, a Microsoft pode acionar um oficial de justiça.

A pena para a violação de direitos autorais de programa de computador aparece no artigo 12 da lei 9.609/1998 – detenção de seis meses a dois anos ou multa. Se a violação envolver comercialização de software pirata, a pena passa para reclusão de 1 a 4 anos e multa. São questões muito sérias que podem ser evitadas se a empresa tratar as questões de TI com a seriedade devida. A saída mais segura é contar com um suporte profissional, que pensa a TI da empresa de acordo com a sua área de atuação.

Além das conseqüências legais, os usuários de software pirata ou falsificado poderiam ter outras conseqüências, como:

  • Exposição a vírus de software, corrupção de disco ou defeitos no software
  • Documentação do produto inadequada ou inexistente
  • Ausência de garantia
  • Ausência de suporte técnico
  • Nenhum direito a upgrades do software, que é oferecido aos usuários devidamente licenciados


Minha organização foi denunciada, e agora?

Por que isso acontece?

A política de licenciamento Microsoft infelizmente  não é conhecida entre as empresas, e as mesmas acabam utilizando software pirata (algumas até mesmo ter conhecimento da não-legitimidade do mesmo ).

Agora, a empresa apenas será notificada por meio de carta, e-mail ou pelo time de Compliance e pela Equipe Jurídica da Microsoft. Esta mesma equipe lhe dará acesso a uma planilha (conhecida pelo nome de PUA) onde serão colocados os dados da infraestrutura das máquinas, licenças instaladas e softwares utilizados.

Costuma-se solicitar à empresa que seja instalado um Software de Inventário, que é utilizado para mapear os programas Microsoft instalados nas máquinas conectadas à rede.

Após a solicitação de preenchimento da planilha, a empresa tem um prazo de 5 dias para preencher a mesma e enviar as notas fiscais à Microsoft, esse prazo pode ser alterado quando se está utilizando o software de inventário, pois demanda maior tempo.

No geral, a equipe de Complience faz algum contato para orientar de maneira geral prazos de licenciamento; se a empresa não cumprir tanto o prazo de envio da planilha, quanto as orientações dadas para que sejam regularizadas as licenças, o caso é responsabilidade do departamento jurídico Microsoft, que pode entrar com processo judicial contra a mesma.


Fonte: 
https://www.penso.com.br/quais-riscos-uso-software-pirata/
https://www.symantec.com/pt/br/about/legal/anti-piracy/consequences

“PROTEJAM SEUS DADOS”

MAIS UMA PREFEITURA FOI ATACADA EM MINAS GERAIS, LIGUE AGORA PARA A INFOSHOT E CONHEÇA O PACOTE DE SEGURANÇA ANTIVÍRUS + FIREWALL DE CRIPTOGRAFIA

Serviços da Prefeitura de Ituiutaba são suspensos após ataque ao sistema de informática

Executivo informou que trabalha para normalização; problema é resolvido internamente nesta terça (20).

Por Caroline Aleixo, G1 Triângulo Mineiro | 

Os serviços feitos online pela Prefeitura de Ituiutaba ficaram suspensos depois de um ataque de hackers ao servidor na tarde desta segunda-feira (19). De acordo com o Executivo, o problema já está sendo solucionado.

A Administração Municipal tomou conhecimento do assunto ainda durante a tarde e acionou o departamento de informática. No site, um comunicado informa que, devido a problemas técnicos no servidor central, os serviços de atendimento ao contribuinte e ao cidadão feitos pela internet e em todas as repartições municipais estão indisponíveis.

O caso não foi reportado à polícia e é solucionado internamente. A assessoria de comunicação informou ao G1 que, como a invasão no sistema ocorreu durante feriado municipal e, por isso, com baixa demanda pelos serviços, não houve tantos prejuízos à população. Alguns serviços já são restabelecidos, como a emissão de nota fiscal.

O Município também descartou o boato de que os criminosos haviam pedido resgate para liberação do sistema e adiantou que vai conceder uma entrevista à imprensa ainda nesta terça, para mais esclarecimentos sobre o fato.

O caminho para um mundo sem as senhas

Com soluções que dispensam o uso de senhas, a Microsoft foi a ISC Brasil mostrar como a área de TI pode ser mais estratégica habilitando o trabalho moderno

Segurança é uma das principais preocupações de indivíduos e empresas hoje em dia. No mundo digital, essa preocupação se expande à medida que os ataques se sofisticam e invadem a vida privada das pessoas e o ambiente corporativo. Frente a esse cenário, soluções mais robustas de segurança são necessárias para proteção. Para a Microsoft, mais do que isso: segurança é condição essencial para um ambiente produtivo, colaborativo e móvel.

Por isso, a Microsoft participou da 13ª edição da ISCBrasil, uma feira e conferência internacional sobre segurança, que aconteceu em São Paulo entre os dias 6 e 8 de março. O evento cobriu o tema segurança em quatro frentes: eletrônica, privada, pública e digital. Com um público de cerca de 18 mil pessoas e mais de 150 marcas expositoras, a ISC Brasil movimentou 850 milhões de reais em negócios e entregou 120 horas de conteúdo aos visitantes.

Visitantes do evento compareceram ao estande da Microsoft

A Microsoft aproveitou o evento para posicionar como a tecnologia possibilita ambientes mais seguros com o poder da computação em nuvem e o uso de InteligênciaArtificial. Um dos casos demonstrados no estande foi o da Uber, no qual uma solução de serviços cognitivos da Microsoft foi utilizada para garantir a segurança do passageiro de que o motorista que está no carro é o mesmo que se cadastrou na empresa. Com uma simples captura de selfie pelo aplicativo, a Face API do Microsoft Cognitive Services checa o rosto do motorista e o compara com o cadastro do Uber, assim liberando-o para efetuar corridas. Essa mesma Face APIestava disponível no estande para os visitantes testarem como o serviço entende o que a câmera capta e informa, por exemplo, qual o gênero e idade da pessoa, se ela é conhecida ou não, e até mesmo qual a emoção que está demonstrando naquele momento.

Demonstração da API do Microsoft Cognitive Services que analisa a imagem da câmera em tempo real

A participação da Microsoft ainda compreendeu duas palestras. Na primeira, com o tema “Já imaginou um mundo sem senhas?”, o especialista técnico da Microsoft, Maiko Oliveiraposicionou as tecnologias que habilitam um mundo onde senhas como conhecemos não serão mais necessárias. Ele mostrou as falhas de segurança que as senhas podem causar, sendo fáceis de serem capturadas por ataques de phishing e custam caro para a área de TI, por conta da redefinição. O novo mundo em que senhas não serão necessárias já existe com soluções como a do Windows Hello, presente no Windows 10. Com essa funcionalidade, o usuário autentica sua máquina por fatores biométricos, como impressão digital ou apenas um olhar para a câmera. Essa função possui nível de segurança de empresa, com o Windows Hello for Business, já utilizado por mais de 200 companhias.

Especialista técnico da Microsoft palestrando sobre o novo mundo sem senhas

Na segunda palestra, intitulada “Jornada de segurança no ambiente de trabalho moderno”, a gerente de marketing de segurança da Microsoft no Brasil, Camila Pedrosa, mostrou que a segurança do ambiente digital da empresa é essencial para garantir práticas modernas de trabalho. Camila comparou a evolução do perímetro de segurança das empresas com um castelo de antigamente, que tinha grandes muralhas para proteção e provocou o surgimento de canhões do lado de quem queria atacá-los. “A TI começou a ficar proibitiva”, comentou Camila, mostrando que hoje para ser mais estratégica ao modelo de negócios da empresa, a TI deve garantir que as identidades dos usuários estejam seguras e o acesso também protegido.

Durante a palestra, foi feita uma demonstração na qual o especialista de produtividade, RandeRodrigues, mostrou como é possível treinar a informação para que ela possa reagir sozinha, evitando, assim, vazamentos. O especialista abriu o Word e digitou uma mensagem que continha um CPF. A própria ferramenta percebeu a inserção de um dado sensível e marcou o documento como confidencial, sendo então impossibilitado de compartilhamentos, impressões, cópias e até capturas de tela.

A presença da Microsoft no evento evidenciou que a tecnologia é a principal aliada da segurança e deve ser enxergada como habilitador e não como obstáculo. Ao pensar em produtividade e colaboração, o ambiente digital deve primeiro garantir identidade e acesso seguro aos usuários para que não haja vazamentos de informações. Modernizar a gestão de identidades e acessos também ajuda a reduzir custos e otimizar recursos, transformando a área de TI em um parceiro mais estratégicoao negócio.

Fonte: Transformação digital

 

Novo Creators update do Windows 10 chega em abril de 2018

Boas notícias para os fãs do Windows 10. A Microsoft acaba de confirmar oficialmente que sua nova grande atualização do SO – a Redstone 4 – está chegando dentro de apenas algumas semanas – mais exatamente, em abril deste ano.

A novidade viria graças a um post recente feito em um dos blogs oficiais da companhia. Nele, a companhia lista datas de lançamento, tempo de suporte e outras informações relevantes a diversas versões do Windows 10. Entre elas, a Redstone 4 é descrita como tendo sua disponibilização para abril de 2018:

Update Redstone 4

Vale notar que, apesar das novidades, a Microsoft ainda não deu um nome oficial para a atualização. Alguns relatos, segundo o WCCFTech, indicam que a empresa deve ficar com o nome Windows 10 Spring Creators Update, ao que tudo indica. Da mesma maneira, o número “1803” indica que o desenvolvimento do update deve ser terminado em março.

Infelizmente, visto que a companhia não deu informações mais específicas, só nos resta esperar a chegada do Redstone 4 pacientemente.

Fonte: Tecmundo

Vá de dados para insights para ações com o Power BI Desktop – Obtenha relatórios ricos e interativos com análise visual na ponta dos seus dedos gratuitamente.

Criação de relatórios facilitada

Conecte-se aos seus dados, todos os dados

Explore seus dados de onde estiver, na nuvem ou localmente, incluindo fontes de Big Data como Hadoop e Spark. Com conexões a centenas de fontes e em constante crescimento, o Power BI Desktop permite que você tenha insights profundos de uma ampla gama de cenários.

Prepare e modele seus dados com facilidade

A preparação de dados pode tomar a maior parte do seu tempo. Mas não precisar ser assim, com a modelagem de dados do Power BI Desktop. Limpe, transforme e combine os dados de várias fontes, em alguns cliques. Recupere horas do seu dia.

Forneça análise avançada com a familiaridade do Excel

Permita que os usuários de negócios se aprofundem nos dados e encontrem padrões que podem ter sido perdidos, com recursos do Power BI como medidas rápidas, agrupamento, previsão e clustering. Os usuários avanços tem controle total do seu modelo usando a linguagem de fórmula DAX. Se você for familiar com o Excel, você se sentirá em casa com o Power BI.

Crie relatórios interativos personalizados para seu negócio

Crie relatórios impressionantes com visualizações de dados interativas. Diga-nos sua história de dados usando uma tela do tipo “arrastar e soltar” e mais de 85 visuais de dados modernos da Microsoft e parceiros, ou crie seus próprios usando a estrutura de visual personalizado de software livre do Power BI. Projete seu relatório usando temas, formatação e ferramentas de layout.

Crie para todos de qualquer lugar

Obtenha análises visuais para as pessoas que precisam delas. Crie relatórios otimizados móveis para que os visualizadores consumam de qualquer lugar. Publicar por meio do Power BI Desktop para a nuvem ou localmente. Relatórios inseridos criados no Power BI Desktop em aplicativos ou sites existentes.

Agora compartilhe seus lindos relatórios

Obtenha o máximo do Power BI combinando o Power BI Desktop para criação com o Power BI Pro para colaboração. Comece a compartilhar seus relatórios agora, com uma avaliação gratuita de 60 dias do Power BI Pro.

AVALIE GRATUITAMENTE

“O Microsoft SQL Server 2016 com Serviços R, Reporting Services, Power BI Desktop e Azure Machine Learning com o Gateway de Gerenciamento de Dados nos dá uma vantagem por ser capaz de fornecer análise avançada perto das operações dos clientes.”

Prabal Acharyya, Diretor Mundial, IoT, OSIsoft

Placeholder with grey background and dimension watermark

“Podemos liberar rapidamente o Power BI para qualquer um que precise dele e, comparado com outras soluções que cobram mais de US$ 1.000 por uma licença de área de trabalho, o Power BI Desktop é gratuito.”

Rashid Khan, Diretor de Análise, Universidade Fordham

LEIA HISTÓRIAS DE CLIENTES DO POWER BI

Novidades no Power BI Desktop

Já está usando o Power BI Desktop? Atualize para a versão mais recente. O Power BI Desktop é atualizado mensalmente com novas funcionalidades e melhorias.

Faça um tour no Power BI Desktop com esse guia de introdução.

SAIBA MAIS

Entregue análise avançada para sua organização.

LEIA O WHITE PAPER

Dinamize seus dados com o Power BI Desktop.